quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

O Rei dos Quadrinhos está em nossa loja!


O rei não morreu! A obra desafia o tempo. 

Jack Kirby, o Rei dos Quadrinhos dividiu sua carreira entre o criar e co-criar alguns dos super-heróis e supervilões mais marcantes de todos os tempos que lhe conferem um lugar de destaque no Olimpo dos Quadrinhos. Em seu currículo estão personagens como: Capitão América, Quarteto Fantástico, X-Men, os Vingadores, Homem de Ferro, Pantera Negra, Thor e os Novos Deuses

Entretanto, mesmo com uma brilhante carreira que lhe conferia fama e sucesso, sua história é permeada por períodos de desafios constantes que inclui sua vida durante a época da Depressão, passando pelos sangrentos campos de batalha da Segunda Guerra Mundial, até chegar no escritório da Marvel, no qual a parceria criativa com Stan Lee produziu alguns dos quadrinhos mais influentes e memoráveis já vistos. 

Jack Kirby: A Épica Biografia do Rei dos Quadrinhos, não apenas uma simples biografia, é uma história de um grande homem que mesmo lutando contra os nazistas assim como o Capitão América ou lutando pelos direitos da imensa quantidade de trabalhos produzida por ele, Jack Kirby viveu uma vida tão extraordinária quanto a de seus personagens e conseguiu imortalizar seu nome na história e no consciente coletivo de gerações.

Título: Jack Kirby: A Épica Biografia do Rei dos Quadrinhos
Autor: Tom Scioli
Formato: 17 x24cm
Capa Dura
Quantidade de Páginas: 208
Preço: R$ 79,90
Clique aqui e garanta seu exemplar com frete grátis em nossa loja.






sábado, 2 de janeiro de 2021

É punhal entre os dentes..."Carniça e a blindagem mística" é a nova HQ de Shiko.





O quadrinhista paraibano, Shiko é um espírito inquieto. Em suas produções é possível observar a abordagem de diversos temas e gêneros, porém um ponto em comum entre suas obras é a busca por expor o cotidiano em que personagens muitas vezes estão à margem da sociedade ou se rebelam contra o sistema ou convencionalismos sociais.

E seguindo esta perspectiva, seu novo trabalho, a HQ "Carniça e a blindagem mística" não foge a regra. A obra oriunda de uma pesquisa histórica que envolveu a leitura de matérias publicadas em jornais e revistas da primeira metade do século 20, além de entrevistas e documentos que expõem a pouco abordada presença das mulheres no cangaço. 

Na obra somos apresentados a um surpreendente e impensável grupo de cangaceiros em sua jornada que possuem como companhia o sangue e a morte, além de nos concederem um olhar aguçado ao presenciarmos as desigualdades e injustiças sociais aos que estão esquecidos pela lei e estado, e assim ficando a mercê da própria sorte e da força de vontade para sobreviverem ante inimigos tangíveis ou até mesmo o próprio clima em que predomina o solo seco e trás como companheiros, a fome e os urubus.

Diante do exposto, a força da narrativa textual de Shiko é potencializada com a aplicação de cores fortes que harmonicamente estão conectadas ao clima da região, e com seus desenhos expressivos que ressaltam olhos que exteriorizam o medo e a desesperança, mas que se contrapõe as suas almas indômitas que se recusam morrer sem lutar.

A HQ "Carniça e a blindagem mística" é uma obra que nos concede uma experiência ao nos transportar para uma época em que os excluídos muitas vezes criam suas próprias regras para sobreviverem e que desmonta a ideia do simples maniqueísmo ao apresentar personagens complexos e forjados pelas tragédias pessoais e que os motiva para seguirem quando tudo parece conspirar ao seu redor.


Título: Carniça e a blindagem mística vol 1
Autor: Shiko
Arte: Colorida
Formato: 20,5 x 27,5cm
Capa: Cartonada
Preço: R$ 45,00
Clique aqui para adquirir seu exemplar





domingo, 20 de dezembro de 2020

Me siga e venha conhecer os quadrinhos argentinos


Tecer comentários sobre o livro “Bienvenido”, do professor e jornalista, Paulo Ramos, é apresentar uma obra que esmiúça com extrema competência o início da produção de quadrinhos argentinos e se estende até os tempos atuais.

Na atualidade em nossa Terra Brasilis nomes como Carlos Trillo, Alberto Breccia e Héctor Germán Oesterheld, são referenciais para uma grande quantidade de leitores, mas até certo tempo eram pouco conhecidos, e quando se mencionava quadrinistas argentinos as citações muitas vezes se restringiam a Quino, Maitena e Liniers.

Entretanto, em 2010, Paulo Ramos, ao apresentar seu livro “Bienvenido” não apenas concebeu uma obra referencial relacionada a arte sequencial argentina, como também colocou-se na vanguarda ao abordar um tema inédito em nosso país ao expor com detalhes de riqueza gerações de artistas e suas obras que romperam as limitações do tempo e se consolidaram com histórias essenciais nos mais variados gêneros quadrinisticos ao conceder reflexões sobre a condição e complexidade humana ante temas como liberdade e democracia.

E por fim,  obras como “Bienvenido” nos concedem a grande oportunidade de nos apresentar toda uma gama de
autores, obras e possibilidades que nos cercam, e nos convida gentilmente a sairmos de nossas cavernas pessoais para desbravamos todas maravilhas quadrinisticas que nossos hermanos tem reservados para nós.

E se gostou do que leu, clique aqui e visite nossa loja virtual e coloque esta obra referencial em sua coleção.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

Prepare-se para desbravar Calvin e Haroldo


Escrever sobre “Calvin e Haroldo”  é certamente como falar de pão francês, ou seja algo que todos conhecem e gostam de formas diferentes.

Em 1985, o quadrinista, Bill Watterson, criou uma dupla protagonizada por uma criança que foi batizada de Calvin e um tigre batizado de Haroldo. O que poucos sabem  é  que seus nomes no original Calvin e Hobbes são uma homenagem aos pensadores João Calvino e Thomas Hobbes, e como pensadores foram responsáveis por profundas mudanças na forma de enxergar e refletir sobre as condutas das pessoas e instituições. Seguindo esta perspectiva, os personagens criados por Watterson, não fogem aos seus influenciadores filosóficos, pois suas tiras são repletas de reflexões sobre temas pertinentes à nossa sociedade, e assim abrangendo o amor, amizade, família, ambientalismo e obviamente, a  filosofia.

E ao tecer comentários sobre a importância da criação de Watterson é impossível não analisar este interessante estudo de caso bem sucedido, ao termos diante de nós uma tira que foi veiculada durante o período de 18 de novembro de 1985 e durou até 31 de dezembro de 1995, mas que mesmo com uma relativa curta duração alcançou tanto sucesso ao chegar a ter mais 60 milhões de livros vendidos pelo mundo ou até mesmo suas tiras serem publicadas em jornais e ganharem o mundo em outro meio de comunicação que foi responsável pela popularização das tiras.

Em nosso país, Calvin e Haroldo, encontrou sua casa na editora Conrad, a qual com este 18º volume encerra a publicação da dupla dos adoráveis pensadores com uma edição dedicada a apresentar a grandiosidade da obra ao expor um catálogo da exibição das tirinhas de Bill Watterson ocorrida na Biblioteca e Museu de Desenhos Animados Billy Ireland, em 2014, além de uma compilação de autores e quadrinhos que influenciaram sua arte, como Peanuts, Krazy Kat e Flash Gordon. entretanto, a edição não fica por ai, e ainda coloca para nós leitores a exposição de algumas tiras originais, os primeiros trabalhos e destrincha alguns elementos da arte de Watterson, além de uma entrevista exclusiva do autor com Jenny Robb, curador da exibição.

E por fim, ficamos com a certeza de termos um belo presente que enaltece a obra, concede ao leitor uma visão ampla de seus queridos personagens e consolida a jornada de um menino e um tigre que chegaram muito mais longe que imaginavam.

E se gostou do leu, clique aqui e coloque em sua coleção esta edição histórica que pode te conceder o mesmo gosto de um quentinho pão francês no finalzinho da tarde


domingo, 1 de novembro de 2020

E tem início a Maratona AfroPower


A Maratona AfroPower inicia-se hoje, dia 01/11 e se estende até o dia 30/11. Criado por Thiago de Barros, também conhecido como AfroNerd, o projeto desenvolvido é apresentado na página AfroNerd, no Instagram desde 2018 com intuito de ressaltar a importância da representatividade negra. A ideia é simples: dedicar o mês de novembro como um todo para produção de conteúdo que valorize a cultura negra. Inicialmente o projeto era mais fechado no universo da nona arte, mas com o passar dos anos tem evoluído e cada vez mais visa abranger as múltiplas mídias.

Esta é a 3ª edição da AfroPower e está acontecendo em um ano bastante caótico, porém, são em momentos como esse que devemos nos levantar e se fazer resistência. Afinal, esse sempre foi o papel da arte!

Devido a tudo isso com a intenção de gerar mais debates interessantes sobre os muitos aspectos da cultura negra, a edição deste ano contará com diversos convidados, novos blocos, a volta do AfroPower Gallery (desta vez com 100% de artistas negros) e claro, muitas indicações de leituras para o público.

Participe!

Você também pode participar da Maratona AfroPower. Basta produzir seu conteúdo sobre HQs, livros, filmes, séries, músicas etc e colocar a #AfroPower2020. Vamos juntos enaltecer a cultura negra.



Realização:




 Sigam em:

Instagram - @afronerd_ 

Twitter - @AfroNerdOficial 

YouTube - AfroNerdOficial 


Contatos: 

afronerdoficial@gmail.com ou (11) 97218-9131  

 


sábado, 31 de outubro de 2020

Quando a maldade desafia a esperança



Olá!
Chegou o dia 31 de outubro, o tão conhecido "Dia dia Bruxas" e com ele a certeza que terror caminha ao seu lado.
No vídeo de hoje, Manassés Filho, irá comentar sobre uma das HQs que mais lhe causou impacto. Desta forma, os convidamos a se juntarem a Manassés, para sentirem um frio na espinha e tripas revirarem em sua barriga para serem apresentados a obra "Panorama do Inferno" do mestre do terror, Hideshi Hino.


Edição de imagens: Ricardo Pinto

Clique no play do vídeo ou clique aqui e o assista em nosso canal no You Tube





segunda-feira, 21 de setembro de 2020

O RENASCIMENTO DE NOSSO CANAL NO YOUTUBE


Seguidores, nossa dica de hoje é a reativação do canal da Comic House no YouTube.

E assim, convidamos todos vocês para toda quinta-feira, às 19h, assistirem um vídeo que apresentará comentários de Manassés Filho sobre quadrinhos, literatura, cinema, séries de tv e comentários relacionados ao mercado editorial.

Abaixo confiram nosso segundo episódio. Entretanto, caso não consigam acessar o vídeo, pedimos que cliquem  aqui.


E por fim, esperamos que curtam, se inscrevam em nosso canal e comentem as postagens.

domingo, 6 de setembro de 2020

Nasce o irmão da Comic House, o Gibizada!

 


Partilho com vocês o nascimento de um grande sonho...a plataforma de marketplace, Gibizada.

Gibizada tem como modelo de negócio o comércio eletrônico voltado ao mercado editorial de quadrinhos e livros, permitindo que os quadrinistas independentes, ilustradores, escritores, editoras e produtores de material geek e nerd possam coexistir, compartilhar e comercializar suas produções em um ambiente on line, intensificando sua visibilidade, conquistando e consolidando a relação com seus leitores, seguidores e clientes.

A plataforma digital foi criada com o objetivo de enaltecer este mercado editorial, além de contribuir para a formação do leitor, propagação da arte e fortalecimento e a ampliação dos canais de venda destes produtos junto aos seus consumidores.

Inclui na plataforma, a possibilidade dos vendedores utilizarem ferramentas e recursos desde gestão financeira e gestão de estoque, controle no processo das vendas além disso, permite a elaboração de estratégias mais eficazes de marketing junto aos consumidores desta maneira, otimizando o tempo, alcançando mais clientes e reduzindo os custos.

No período de 03/09/2020 a 22/09/2020, a plataforma, o Gibizada iniciará a fase de pré-cadastramento dos vendedores. Para se cadastrar é necessário preencher a ficha de inscrição existente no site https://gibizada.com.br/.

A partir do dia 27/09/2020, a plataforma iniciará a sua atividade no que diz respeito, às transações de vendas on line ao consumidor.

E por fim, espero que o propósito do Gibizada venha a contribuir para um cenário artisticamente mais consolidado e capaz de elevar a arte à um número maior de leitores.

quinta-feira, 27 de agosto de 2020

O Nascimento de um sonho! Prepare-se para fazer parte da inciativa Gibizada


Olá, leitores do blog da Comic House!



Nosso canal no YouTube encontrava-se inativo há quatro anos, mas ontem, 26/08/2020, encerrou-se a hibernação, e assim, toda quarta-feira será postado um vídeo novo em que será apresentada uma análise crítica sobre uma HQ, filme, série de tv ou livro. Entretanto, além das análises, também existirá a exposição de comentários a respeito de questões relevantes ao mercado livreiro e ainda a apresentação de entrevistas com diversos convidados. Contudo, o vídeo inaugural desta nova fase e que encontra-se abaixo deste texto revela uma notícia bombástica para o mercado editorial de HQs.
E desta forma, esperamos que você clique no play do vídeo, assista, inscreva-se no canal e deixe uma curtida marota para que possamos continuar te conduzindo em uma jornada pelo mundo dos quadrinhos.


quinta-feira, 13 de agosto de 2020

"COELCE. Natália". O meme que se transformou na nova HQ de Paulo Moreira


A HQ resgata um dos áudios mais populares da década ao expor o hilário diálogo da atendente, Natália e uma cliente que deseja a todo custo comprovar o pagamento de suas contas. Caso não nunca tenha ouvido, clique no play abaixo

De inquestionável humor, o diálogo é terreno fértil para @paulomoreirap, que concede elementos visuais e materializa o imaginário de uma comédia privada que transformou-se em pública ao apresentar mais uma face do cotidiano da relação entre atendentes e clientes.

E se gostou do que leu, clique aqui acesse nossa loja virtual e prepare-se para ter um ataque de risos.


Título: Coelce.Natália
Autor: Paulo Moreira
Formato: 15 x 15cm

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Castanha do Pará, um relato da desigualdade e marginalização social.





A obra apresenta um polêmico e contundente retrato de nossa desigualdade social ao narrar a história de Castanha, um menino urubu que vive à margem da sociedade, passa boa parte do tempo nas feiras livres e vive das migalhas que seu dia a dia lhe
proporciona. Entretanto, mesmo oprimido e preso a sua condição social, sua mente e a imaginação lhe concedem o combustível para prosseguir na jornada.

A história repleta de simbolismos e analogias tem seu ponto alto na relação do urubu, uma ave que alimenta-se do que é deixado para apodrecer e de um menino que muitas vezes encontra seu próprio sustento no que é rejeitado pelos outros.

Sua história é narrada por sua vizinha que estranha seu desaparecimento, e assim, aciona a policia para sair em sua busca.

Diante da riqueza textual, a qual é potencializada por sua bela arte pintada, o autor, @gidaltimoura, teve sua obra premiada no renomado Jabuti, tornando-se a primeira HQ a receber este prêmio.

Todavia, a capa da HQ em si já expõe um recorte da realidade, a qual muitas vezes torna-se indigesta para muitos que a visualizam, seja por sua violência ou recusa em observar o cotidiano sem as vendas que nos são impostas sorrateiramente aos nossos olhos e que castram nossa sensibilidade aos que nos rodeiam. E assim, ela tornou-se alvo de repúdio e censura em uma exposição em que ela encontrava-se exposta. O fato ocorreu segundo relato do autor após uma postagem no Facebook, escrita por um policial militar que identifica-se como Cabo Mauro, nela o militar se expressou da seguinte forma “Eu, como policial que trabalha junto com os feirantes do Ver-o-Peso, me senti ofendido. Se ninguém do Comando da PM, associações, ou qualquer representante político não processar, eu vou processar”.

Desta forma, mediante algumas insensíveis reações negativas, a obra de Gildati foi substituída, sem consulta ao autor, por uma página interna do quadrinho.

Entretanto, independente da premiação e polêmicas, "Castanha do Pará" é uma obra necessária para repensarmos a respeito das histórias que nos circundam e de como podemos alterar seus destinos.

E se gostou do que leu, clique aqui e coloque em sua coleção esta belíssima edição capa dura com direito a um autógrafo e um desenho no melhor estilo splash page que o autor fez para cada edição que encontra-se em nossa loja.



Título: Castanha do Pará
Autor: Gidalti Jr
Cada Dura
84 páginas
Formato: 22,5 x 30,5cm
Arte: Colorida/Pintada

domingo, 28 de junho de 2020

Mesa de Leitura entrevista Manassés Filho

Convidamos à todos a assistirem e participarem da transmissão ao vivo que será realizada, dia 12/06/2020, as 18h,  no perfil da Mesa de Leitura
Na ocasião, Manassés Filho, estará à convite de Alencar Neto, advogado e mestre em relações internacionais, para dialogarmos a respeito de HQs, arte e dos elos sistêmicos que as conectam em questões sociais. Neste diálogo será enfatizado a capacidade e o poder das artes no processo de reflexão e exposição das feridas que muitas vezes estão em eterno processo de cicatrização em nossa sociedade. 
@netoalencar88 é um excelente orador e com sua habilidade irá conduzir a conversa de forma competente e possibilitando inúmeras provocações necessárias a democracia.


Aos que não puderam assistir, inserirmos abaixo o vídeo na integra.

Ver essa foto no Instagram

Tema: Quadrinhos, arte e questões sociais

Uma publicação compartilhada por Mesa de Leitura (@mesadeleitura) em