quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Venda: Os Companheiros do Crepúsculo, de François Bourgeon

  


A vigília é o estado entre o sono e o despertar. O fim de uma era e o começo de outra utilizando personagens como símbolos é o panorama traçado pelo quadrinista francês François Bourgeon na série Os Companheiros do Crepúsculo (Editora Nemo, 240 páginas, R$ 94,00), que ganha pela primeira vez uma versão brasileira depois de quase 30 anos da sua publicação original. 

A edição traz os três volumes da saga, considerada pela crítica e público uma das obras-primas dos quadrinhos. Entre 1986 e 1990, os álbuns saíram em Portugal.

Como o clássico literário As Brumas de Avalon, da norte-americana Marion Eleanor Zimmer Bradley (1930-1999), a obra de Bourgeon mostra a transição entre religiões, onde o cristianismo sobrepujou através do fogo inquisidor as crenças ancestrais cujas lendas e mitos construíram o espírito da Idade Média.
Em pleno século 14, período da chamada Guerra dos Cem Anos, somos apresentados aos protagonistas. Mariotte é uma jovem ruiva criada por sua avó feiticeira e, por consequência, hostilizada pelos aldeões onde nasceu. Ela é atormentada constantemente por um garoto chamado Anicet.

Depois de serem os únicos sobreviventes de um massacre promovido por soldados desertores, ambos se tornam servos de um misterioso e desfigurado cavaleiro que carrega nos seus ombros a culpa pela morte da única mulher que o amou.As duas primeiras partes são narradas em tom de sonho.

Capturados por pequenos duendes em O Sortilégio do Bosque das Brumas, o cavaleiro é obrigado a matar uma criatura que assombra a região. Imaginando estar sonhando, o personagem encara o desafio.

Em Os Olhos de Estanho da Cidade Glauca, a figura desfigurada ajuda dois duendes exilados em sua guerra contra uma raça que servem à força negra denominada de Dhuards.

Já no derradeiro tomo, O Último Canto das Malaterre, a saga cede lugar ao realismo histórico, costurando todas as pontas que foram soltas nos capítulos anteriores.

O cavaleiro descobre toda a verdade sobre a linhagem da amada, que pertencia a uma dinastia de mulheres descendentes de fadas e sereias, personificações das forças que regem o mundo: o branco, o vermelho e o negro, as três faces da deusa que foi condenada ao esquecimento devido à imposição das crenças cristãs.

Entre uma minuciosa e detalhada pesquisa iconográfica (François Bourgeon cria em pormenores maquetes e modela personagens em 3D para servir de base nos seus trabalhos), Os Companheiros do Crepúsculo carrega em simbolismos e complexidade a reconstrução do final de uma era, que ‘despertava’ seu inconsciente coletivo para a Idade Moderna.

Os Companheiros do Crepúsculo
Autor: François Bourgeon (Roteiro e Arte)
Capa Dura - 240 páginas
Formato: 24cm x32cm
R$ 94,00



Quer adquirir a sua? Entre em contato!
Telefone: (83) 3227.0656
Email: vendas@comichouse.com.br
Twitter: @Comic_House
Av. Nego, 255, Tambaú (João Pessoa-PB)


(Publicado originalmente no site Jornal da Paraíba no dia 14 de agosto de 2013)

Assista abaixo o fantástico trailer da hq(caso não consiga visualizar, clique aqui)










1 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...