quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Pré-Venda de exemplares autografados - Sessão de Autógrafos de Shiko e Gustavo Duarte -

                 A Comic House promove, nos dias 6/12 e 7/12, uma versão especial da Top! Top! – Convenção Paraibana de Quadrinhos, com um bate-papo e sessão de autógrafos com os quadrinhistas Gustavo Duarte e Shiko e o jornalista Sidney Gusman. Eles vêm a João Pessoa conversar sobre projeto Graphic MSP, iniciativa que vem chamando a atenção dos amantes dos quadrinhos de todas as idades. 


No sábado (7/12), às 18h, é a vez de os artistas arregaçarem as mangas e autografarem suas obras na Comic House. Na ocasião, Gustavo Duarte fará o lançamento de “Chico Bento – Pavor Espaciar” e assinará exemplares dos seus trabalhos mais recentes, “Táxi”, “Birds”, “Monstros” e “13”. Já o paraibano Shiko lança o aguardado “Piteco – Ingá” e o inédito “O Azul Indiferente do Céu”, além de autografar  “O Quinze” e “Marginal”. 

Colecionadores de outras cidades podem adquirir seus exemplares autografados pelo email vendas@comichouse.com.br. Então não perca tempo e entre em contato conosco e garanta seus exemplares.




quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Top! Top! promove bate-papo e noite de autógrafos com Shiko, Gustavo Duarte e Sidney Gusman




Trio vem a João Pessoa falar sobre o projeto Graphic MSP, que traz releituras dos personagens de Mauricio de Sousa, além de autografar álbuns na Comic House

A Comic House promove, nos dias 6/12 e 7/12, uma versão especial da Top! Top! – Convenção Paraibana de Quadrinhos, com um bate-papo e sessão de autógrafos com os quadrinhistas Gustavo Duarte e Shiko e o jornalista Sidney Gusman. Eles vêm a João Pessoa conversar sobre projeto Graphic MSP, iniciativa que vem chamando a atenção dos amantes dos quadrinhos de todas as idades. 
 
Sucesso de público e de crítica, os álbuns da Graphic MSP trazem releituras dos personagens infantis de Mauricio de Sousa pelas mãos dos melhores talentos do quadrinho independente brasileiro. Na sexta-feira (6/12), às 18h30, na Estação das Artes, Gustavo Duarte, Shiko e Sidney Gusman, idealizador do projeto, conversam com o público sobre o papel de cada um na iniciativa. 
 
No sábado (7/12), às 18h, é a vez de os artistas arregaçarem as mangas e autografarem suas obras na Comic House. Na ocasião, Gustavo Duarte fará o lançamento de “Chico Bento – Pavor Espaciar” e assinará exemplares dos seus trabalhos mais recentes, “Táxi”, “Birds”, “Monstros” e “13”. Já o paraibano Shiko lança o aguardado “Piteco – Ingá” e o inédito “O Azul Indiferente do Céu”, além de autografar “Blue Note”, “O Quinze” e “Marginal”. 
 
Para melhor comodidade do público e dos artistas, a Comic House distribuirá antecipadamente ingressos para o bate-papo de sexta (6/12), a partir da abertura da loja, às 9h. Colecionadores de outras cidades podem adquirir seus exemplares autografados pelo email vendas@comichouse.com.br.


Gustavo Duarte

Gustavo Duarte foi convidado para contar uma história sinistra, porém muito engraçada, de Chico Bento, no álbum “Pavor Espaciar”. No álbum, os primos caipiras Chico Bento e Zé Lelé se veem às voltas com uma invasão alienígena de arrepiar os cabelos.
Táxi”, “Birds” e “Monstros” são os trabalhos que firmaram o nome de Gustavo no panorama do quadrinho independente brasileiro. Neles, é possível notar as principais características de seus quadrinhos: o traço estilizado e caricatural, o domínio da narrativa sem o uso de legendas e balões, os quadros de página inteira ou dupla de encher os olhos. E “13” é um artbook reunindo desenhos feitos pelo artista durante os 13 anos que vive em São Paulo.

Shiko

Shiko, por sua vez, revisita os simpáticos trogloditas de Mauricio de Sousa em “Piteco: Ingá”. No álbum, o mundo pré-histórico de Piteco, Tuga e companhia ganha uma pitada de sertão paraibano e muita aventura.
O Azul Indiferente do Céu” marca a volta de Shiko ao quadrinho independente. Editado pela Marca de Fantasia e com distribuição exclusiva da Comic House, o álbum traz uma espécie de fábula urbana sobre a violência e a banalização da morte da América Latina, ao reencenar os últimos momentos do ativista colombiano Héctor Abad Gómez, assassinado em 1987.
O Quinze” conta a trajetória de diferentes personagens durante uma seca avassaladora no sertão cearense. Trata-se de uma elogiadíssima adaptação para os quadrinhos do clássico da literatura escrito por Rachel de Queiroz, em que Shiko imprime uma visão realista e sensível sobre o eterno drama sertanejo.
Já “Marginal” é uma antologia de histórias publicadas por Shiko no fanzine homônimo, que ganha reedição pela Marca de Fantasia.


Sidney Gusman

Sidney Gusman, 47 anos, é jornalista especializado em quadrinhos e escreve sobre o tema desde 1990, em jornais, revistas e sites. De 2000 a 2006, recebeu o Troféu HQ Mix de melhor jornalista especializado em quadrinhos do Brasil.
Atualmente, é responsável pelo planejamento editorial da Mauricio de Sousa Produções, onde deu vida a projetos como “MSP 50”, “MSP + 50”, “MSP Novos 50”, “Ouro da Casa”, “Graphic MSP”, “Mônica(s)” e outros. Além disso, é editor-chefe do Universo HQ (http://www.universohq.com), o principal site sobre quadrinhos do País, que venceu dez vezes o Troféu HQ Mix (de 2000 a 2007 e 2009 e 2010) em sua categoria.


Dia 06 de dezembro(sexta-feria)
Bate-papo sobre o projeto Graphic MSP
Local: Estação das Artes (Av. João Cirilo Silva, s/n – Altiplano)
Horário: 18h30 (entrega de ingressos a partir das 9h)

07 de dezembro(sábado)
Noite de autógrafos
Local: Comic House (Av. Nego, 225 – Tambaú)
Horário: 18h 



 

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Pré-Venda: Mônica(s)




Mônica, a baixinha e dentuça mais famosa dos quadrinhos criada por Mauricio de Sousa, celebra seu aniversário de 50 anos na visão de 150 consagrados artistas. Uma edição superespecial contendo interpretações originais e divertidas com a personagem mais amada pelos leitores. Abaixo encontra-se a lista de quadrinistas convidados para realizarem sua sua interpretação da iconica personagem.


Monica(s)
Formato: 23 x 30 cm
160 páginas coloridas
Capa dura com laminação fosca, reserva de verniz, hot stamping
Lombada Quadrada
Papel: Couché
R$ 99,00
 
 
Quer adquirir a sua? Entre em contato!
Av. Nego, 255, Tambaú (João Pessoa-PB)
Telefone:(83) 3227 0656
E-mail:vendas@comichouse.com.br
Twitter: @Comic_House
 
 
 
 
 
 
 
 

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Pré-Venda: Piteco - Ingá, de Shiko


graphic novel Piteco – Ingá, quarto e último volume da primeira leva de publicações da linha Graphic MSP, teve a capa oficial e primeiras imagens divulgadas nas redes sociais pelo editor Sidney Gusman.
Na obra, o povo de Lem se vê obrigado a migrar porque o rio próximo à aldeia secou. Mas o valente caçador Piteco decide não ir, pois precisa resgatar Thuga, que foi raptada pela tribo dos homens-tigre.
Nesta releitura inusitada e repleta de ação, o paraibano Shiko (pseudônimo do artista plástico e quadrinista Francisco José de Souto Leite) mistura a sua origem nordestina à essência do homem das cavernas criado por Mauricio de Sousa.
O texto de quarta capa é do também paraibano Mike Deodato Jr., desenhista que trabalha há anos para editoras norte-americanas como Marvel e DC, com personagens como Mulher-Maravilha, Vingadores, Elektra, Hulk, Thor e outros.
O título da edição é inspirado na Pedra do Ingá, o primeiro monumento arqueológico tombado como patrimônio nacional, em 1944. Na verdade, trata-se de um sítio rochoso com dezenas de inscrições em baixo relevo, cuja origem são desconhecidas. O bloco principal, de 24 metros de comprimento e quase quatro metros de altura, apresenta diversas gravuras mostrando o cotidiano e acontecimentos do homem pré-histórico que ali viveram.
A Pedra do Ingá fica localizada em Ingá, distante cerca de 100 km de João Pessoa, na Paraíba. Arqueólogos classificam o monumento como Itaquatiara que, em Tupi, significa “pedras pintadas”. E ela pode ser vista na primeira ilustração do álbum divulgada. Mas, até agora, não foram revelados mais detalhes da trama.
Piteco – Ingá será lançado no próximo mês de novembro, no Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte e ganhará uma maravilhosa sessão de autógrafos no dia 07 de dezembro na Comic House, loja especializada em quadrinhos sediada a Av. Nego, 255, Tambaú.
Lembrando que todos exemplares adquiridos em nossa pré-venda, serão remetidos aos compradores devidamente autografados.

Piteco - Ingá
Autor: Shiko(Roteiro & Arte)
Capa Dura, Miolo em papel LWC
Colorido
80 páginas
R$ 29,90



Quer adquirir a sua? Entre em contato!
Av. Nego, 255, Tambaú (João Pessoa-PB)
Telefone:(83) 3227 0656
E-mail:vendas@comichouse.com.br
Twitter: @Comic_House


terça-feira, 29 de outubro de 2013

Pré-Venda: Reino do Amanhã - Edição Definitiva






















Em um futuro não muito distante, a Terra se tornou o reino dos super-heróis. Infelizmente para os habitantes não tão poderosos do planeta, estes heróis vêm se tornando cada vez mais irresponsáveis e destrutivos, colocando em risco a sobrevivência do mundo inteiro. E para piorar a situação, o único ser que pode devolver o bom-senso a essa raça de novas e irascíveis divindades, o envelhecido Superman, se aposentou e se recolheu há anos.


Sobre essa premissa básica, o roteirista Mark Waid e o premiado ilustrador Alex Ross construíram Reino do Amanhã, uma das HQs mais marcantes e relevantes da década de 1990, que explora o moderno mito do super-herói de forma nunca antes vista. 

Agora, essa obra prima da nona arte volta ao Brasil em uma belíssima edição de luxo incluindo diversos materiais extras, como esboços de Alex Ross e os bastidores da publicação.




Reino do Amanhã - Edição Definitiva
Autores: Mark Waid(Roteiro) & Alex Ross(Arte)
Formato: 19,5 x 30,0 cm
336 páginas
Capa: Dura
Lombada Quadrada
Papel: Couché
R$ 89,00


Quer adquirir a sua? Entre em contato!
Av. Nego, 255, Tambaú (João Pessoa-PB)
Telefone:(83) 3227 0656
E-mail:vendas@comichouse.com.br
Twitter: @Comic_House

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Parafusos, Zumbis e Monstros do Espaço, de Juscelino Neco - Sessão de Autógrafos




Parafusos, Zumbis e Monstros de Espaço é uma história em quadrinhos repleta de humor e violência, com uma narrativa frenética comandada  alienígenas, gorilas falantes, conspirações interplanetárias. Criação do paraibano Juscelino Neco, este livro surpreendeu até mesmo Laerte, o mestre dos quadrinhos, para quem o autor é uma das melhores revelações da HQ brasileira dos últimos anos.

O livro traz a história de Dolfilander, um sujeito obcecado por cultura pop, incapaz de lidar com os problemas da vida adulta, que passa os dias jogando games no computador. Um acidente com um parafuso tira nosso anti-herói de sua rotina pacata e o joga em uma espiral de alcoolismo e sexo anônimo até que subitamente ele é transformado em um super-humano capaz de partir crânios com as mãos e comer impressionantes 30 hambúrgueres em menos de uma hora. 

“Algumas histórias - como esta do Juscelino - não perdem força quando você conta o que vai aparecer - como faz o título desta do Juscelino. Uma boa narrativa não se resume a “coisas contadas”. E o sinal de que se trata de uma boa narrativa é que sempre as puxamos da prateleira pelo prazer de ler mais uma vez - como esta do Juscelino”  comentou o quadrinista Laerte 

Nascido em Campina Grande, Paraíba, Juscelino Neco é jornalista, pesquisador e quadrinista. Parafusos, Zumbis e Monstros do Espaço é sua primeira graphic novel.


Parafusos, Zumbis e Monstros do Espaço
Autor: Juscelino Neco
editora Veneta
Formato: 15,5 por 22 cm
112 páginas
Preto e branco

Preço de capa: 24,90



Quer adquirir a sua? Entre em contato!
Av.Nego, 255, Tambaú
Telefone: 83 - 3227 0656
E-mail: vendas@comichouse.com.br










segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Sessão de Autógrafos de Juscelino Neco na Comic House

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Cosmonauta Cosmo!, de Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho.




Por Audaci Jr

Cosmo é um garoto comum, que adoraria ter um bichinho de estimação, algo que o regulamento de seu prédio não permite, como orienta seu bonachão pai.
Assim, ele embarca numa aventura intergaláctica em busca de uma criatura com quem possa dividir seu beliche e ensinar a saltar dentro de arcos flamejantes.

Quando foi criado pelo francês Antoine de Saint-Exupéry, o Pequeno Príncipe não sonhava nada além de querer cativar um amigo quando pegava carona em cometas, aproveitando a viagem espacial para esquecer seus problemas envolvendo rosas temperamentais e insistentes baobás.

Setenta anos depois, esse pensamento é o mesmo que enche de esperança o garotinho Cosmo, que fica encantado e literalmente babando quando assiste na TV um dos melhores amigos do homem fazer truques e lhe cativar.

Com a sabedoria e lógica de uma criança, somadas ao espírito aventureiro de um Flash Gordon mirim, Cosmo parte com sua pequena (e tagarela) nave para o espaço, a fronteira final.
Expandindo os horizontes além dos buracos negros do seu álbum de estreia, Achados e perdidos, os mineiros Damasceno e Garrocho se superam no seu segundo trabalho juntos.


Vendo por cima, Cosmonauta Cosmo! parece ser apenas uma história cunhada de moral para o público infantil, mas observando o todo de perto com um astrolábio, a obra se mostra tão brilhante quanto uma supernova.

Os autores fazem da aventura, dividida em cinco capítulos, uma leitura tão simples para o público infantil quanto a complexidade moral em suas entrelinhas da exploração espacial do pequeno protagonista.
Aos poucos, as histórias, aparentemente conectadas apenas pelo rebite do “procurar um alienígena como amigo”, se alinham como um quebra-cabeça. Quando a última peça se encaixa, revela na sua totalidade a essência infantil esquecida pelos adultos sobre buscas, perseverança e amizade.

Como Sidney Gusman, editor-chefe do Universo HQ, atenta na apresentação da quarta capa, o trabalho técnico dos quadrinhistas na concepção das páginas de Cosmonauta Cosmo! merece atenção.

A bela paleta de cores do álbum é cuidadosamente usada em cada capítulo, junto com a destacada utilização de onomatopeias, uma função quase esquecida na narrativa da arte sequencial e, neste álbum, colocada como uma essencial ferramenta, interagindo com a arte e sendo quase um personagem na aventura de Cosmo pelos cantos do espaço.

Com uma diagramação e balões elegantes, o formato do álbum (29,7 x 21 cm) é bem explorado nas ações panorâmicas, seja em planetas gelados, verdejantes, desérticos ou no estrelado vácuo espacial.

Tão belo quanto o traço é o projeto editorial da Miguilim / Quadrinhos Rasos, com uma boa impressão em papel offset, capa cartonada com orelhas, aplique de verniz destacando um efeito “poeira de estrelas”.
Tudo isso desenvolvido em software livre, assim como Achados e perdidos.

Se a procura de um alienígena para burlar o regulamento do seu prédio não lograr êxito, a única certeza que Cosmo terá é a de cativar uma legião de leitores, assim como o personagem de Saint-Exupéry sete décadas atrás.

Cosmonauta Cosmo!
Autores: Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho
Formato: 29,7 x 21 cm - 112 páginas
Editora: Miguilim / Quadrinhos Rasos
R$ 49,00









(Publicado originalmente no site Universo HQ no dia 04 de outubro de 2013)


Quer adquirir a sua? Entre em contato!
Telefone: (83) 3227.0656 
Email: vendas@comichouse.com.br 
Twitter:  @Comic_House
Av. Nego, 255, Tambaú (João Pessoa-PB) 





quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Pré-Venda: Lola, a Andorinha, de Laerte










Lola, a Andorinha
Autor: Laerte (Roteiro & Arte)
106 páginas, impresso em papel offset.
Tamanho 21 X 21cm, miolo e capas coloridíssimas
R$ 45,00 



Quer adquirir a sua? Entre em contato!
Telefone: (83) 3227.0656
Email: vendas@comichouse.com.br
Twitter:  @Comic_House
Av. Nego, 255, Tambaú (João Pessoa-PB)







quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Sessão de Autógrafos de William Medeiros na Comic House



 
Em seu primeiro livro individual, William Medeiros apresenta um resumo de trinta anos de humor gráfico através de cartuns que vão do nonsense ao lugar comum. Situações cotidianas viram piada através da pena, do pincel e da caneta digital desse cartunista que explora os mais variados temas: circo, esportes, saúde, música, infância, família, tecnologia, ecologia e um pitada ácida de humor negro, seu tema preferido.

A influência de grandes mestres do cartum é evidenciada pela ampla variedade de estilos que o artista imprime nestas páginas, que nada mais são do que o registro de uma arte que abraçou por paixão e compartilha diariamente nas redes sociais e em seu site pessoal.

A sessão de autógrafos que ocorerá na Comic House, dia 05 de novembro, às 19h, será especial, pois além de cada livro ganhar seu "caricautógrafos", serão colocados à venda reproduções de cartuns e caricaturas impressas em fine print assinadas pelo autor

Caso queira reservar seu exemplar entre em contato conosco por meio de nosso telefone 83- 3227 0656 ou por meio de nosso e-mail: vendas@comichouse.com.br

 
Traços de Trinta
88 páginas, formato 21x21cm, 
Miolo em couchê, 
R$ 30


Quer adquirir a sua? Entre em contato!
Telefone: (83) 3227.0656
Email: vendas@comichouse.com.br
Twitter:  @Comic_House
Av. Nego, 255, Tambaú (João Pessoa-PB)



Sessão de Autógrafos de William Medeiros na Comic House

 

Quer saber mais a respeito desta fantástica Sessão de Autógrafos? Então fique de olho aberto pro blog da Comic House, pois ainda hoje (quarta-feira, dia 02 de outubro) você ficará por dentro de mais detalhes.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Cicatrizes, de David Small



Por Audaci Jr

David Small retrata em Cicatrizes (Leya/Barba Negra, 336 páginas) o despertar de seus talentos artísticos durante uma infância de saúde fragilizada e de pais rígidos.

Se alguém perguntasse o que o pequeno David Small queria ser quando crescesse, ele provavelmente responderia: “desenhista”. O autor ganhou notoriedade ilustrando diversos livros infantis, mas até lançar sua autobiográfica em quadrinhos, poucos sabiam o quanto foi tragicamente kafkiano sua própria infância.

Quando somos apresentados aos seus pais, logo percebemos a fúria silenciosa da mãe, descontando nas portas dos armários da cozinha; o pai, médico por formação, sempre descendo ao porão para descontar no saco de boxe um dia inteiro de trabalho. O próprio David por sua vez se expressava ficando doente, com problemas respiratórios.

Sempre pronto para diagnosticar e tratar as enfermidades acometidas, o pai teorizava que usando doses de radiação poderia curar sua asma. Com os anos passando, o quadrinista sentia, além do distante amor materno e da ríspida educação patriarcal, era um caroso crescendo e se alojando em sua garganta.

Aos 14 anos, finalmente realiza uma cirurgia supostamente simples para a retirada da enfermidade. Ao acordar no hospital, descobre que não consegue falar uma palavra sequer. Com uma de suas cordas vocais removidas e uma imensa cicatriz ao longo de seu pescoço, David mergulha cada vez mais no seu universo particular, injetado de criatividade que viria a desaguar nas suas obras. Dois anos depois junta coragem para sair de casa com apenas seu sonho de ser artista na bagagem.

Mesmo com o processo de “exorcizar” seus demônios do passado, Small narra com tons melancólicos de cinza as cicatrizes psicológicas desferidas pelas mazelas da vida. Desde segredos escondidos dos pais até as visitas a casa ala João e Maria da avó com sérios distúrbios mentais, com inesperados ataques violentos.

David é dono de um traço bonito, versátil e elegante. Habilmente muda o estilo quando fala sobre o tempo do tataravô, sucinta uma atmosfera assustadora quando quer ou ganha ritmo narrativo apenas no silêncio de suas composições.

O quadrinista mostra que não precisa lotar páginas com recordatórios para obter profundidade na história: simbolismos criativos como fetos hospitalares ou o coelho branco de Lewis Carroll conduzem o tom que o texto necessita. Uma verdadeira aula de narração visual.

A editora Leya, em parceria com a Barba Negra, faz um excelente trabalho de editoração, que vai desde as capas “limpas”, colocando as informações nas orelhas do álbum, até a impressão e tradução (de Cassius Medauar), garantindo seu espaço no mercado dos quadrinhos com qualidade.


O lado negativo de Cicratizes é um demérito seu. Diante das profusões de quadrinhos autobiográficos nos últimos anos, o desgaste na leitura é preciso como um corte de bisturi. Cabe ao leitor abstrair somente a obra para poder desfrutá-la com mais propriedade. Sem dúvidas, uma das melhores do ano de 2010.


Cicatrizes
Autor: David Small (Roteiro & Arte)
Formato: 23 x 18 cm - 336 páginas
R$ 46,00



Quer adquirir a sua? Entre em contato!
Telefone: (83) 3227.0656
Email: vendas@comichouse.com.br
Twitter: @Comic_House
Av. Nego, 255, Tambaú (João Pessoa-PB)

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Pré-Venda - Lançamentos Panini - Setembro/2013





O roteirista vencedor do Prêmio Eisner, Grant Morrison apresenta clássicos contos de uma das eras mais exuberantes do Cruzado Encapuzado e incorpora elementos dessas bizarras e excêntricas aventuras no último épico do defensor de Gotham.


Aprofunde-se no Arquivo de Casos Inexplicáveis – o diário secreto do Batman, que narra suas investigações mais estranhas. Desvende seus segredos e descubra o impacto que tais contos causaram no Cavaleiro das Trevas de hoje – e em seu momento mais sombrio!

Bill Finger, Sheldon Maldoff, Dick Sprang, Charles Paris e muitos outros clássicos batcriadores juntam-se à conspiração que visa encerrar o conto do Homem-Morcego… para sempre!

Formato: 17 x 26 cm - 146 páginas. 
Capa: Dura - Lombada Quadrada
Papel: Couché
R$ 21,90




Com treinamento mínimo em combate e armado com um par de bastões, ele colocou uma máscara e saiu para se tornar um super-herói: Kick-Ass. E conseguiu, embora de um jeito violento. Kick-Ass e a precoce Hit-Girl enfrentaram a máfia — e ganharam. A ideia se espalhou e, de repente, virou moda usar uniforme. Todo mundo quer ser um super-herói. Qual será o próximo passo de Kick-Ass? Obviamente, reunir uma superequipe. Mas seu antigo parceiro, Red Mist, acha que heróis são um saco, e quer se transformar no mais conhecido supervilão do mundo. Conseguirá nosso herói deter seu velho aliado e a gangue que ele armou? Ou, então, sobreviver para virar herói mesmo quando a luta pega pra valer, tornando-se um quebra-pau monumental na Times Square? 

Mark Millar, escritor de Nêmesis e Os Supremos, ao lado de John Romita Jr., desenhista de Os Vingadores, trazem a mais eletrizante história de quadrinhos de todos os tempos.

Formato: 17 x 26 cm -212 páginas. 
Capa: Dura- Lombada Quadrada
Papel: Couché
R$ 56,00



Nova York, 1935. Frank Castelione, um veterano da Primeira Guerra Mundial, defende, junto com o filho, Frankie, sua pequena loja contra o crime organizado liderado pelo gângster Dutch Schultz. 

No entanto, que esperança eles podem ter diante de assassinos como Barracuda e Retalho? Se pelo menos um certo justiceiro, personagem das novelas de rádio existisse, as coisas poderiam ser diferentes… 

Com roteiro de Frank Tieri e arte de Paul Azaceta e Antonio Fuso, a história desta edição, estrelada pelo Justiceiro, faz parte da linha editorial Marvel Noir, que aborda seus personagens de uma forma mais realista e madura.

Formato: 17 x 26 cm- 108 páginas. 
Capa: Dura -Lombada Quadrada
Papel: Couché
R$ 22,90



O renomado escritor Warren Ellis junta forças com o aclamado ilustrador Adi Granov para redefinir o mundo do vingador blindado do século 21 — um cenário de aterradoras novas tecnologias que ameaçam sobrepujar a frágil humanidade! 

O que é Extremis, quem o liberou e o que seu surgimento representa ao mundo? 

Republicação especial da minissérie, porém  desta vez repleta de extras.

Formato: 17 x 26 cm - 252 páginas. 
Capa: Dura - Lombada Quadrada
Papel: Couché
R$ 60,00







Quer adquirir a sua? Entre em contato!
Av. Nego, 255, Tambaú 
(João Pessoa-PB)
Telefone: (83) 3227.0656
Twitter: @Comic_House
Email: vendas@comichouse.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...