sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Top! Top! - Programação para Download





Cliquem no link abaixo e façam o download da programação do Top! Top!





Gostou da programação? Pois bem, você também poderá fazer o download clicando aqui




quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Os convidados do Top! Top! - parte 3

Eis a terceira lista de convidados do Top! Top! Para conferir a primeira lista clique aqui e para a segunda clique aqui




Marisa Furtado de Oliveira – fez faculdade de Comunicação Visual, formou-se em teatro pela Cal, trabalhou como diretora da Galera das Artes no Circo Voador nos anos 80 quando consolidou sua paixão pelos quadrinhos. Também formou-se como hair designer na Lóreal de Paris e corta cabelos em seu atelier há mais de 20 anos.

Foi chefe do receptivo internacional da Bienal Internacional de Quadrinhos onde conheceu muita gente da HQ e aí não parou mais de trafegar neste universo. Fez parcerias com Flavio Colim, Shimamoto e Jano, escreveu roteiros e enveredou pelo audio visual, dirigindo, editando e criando animações para a Série Profissão Cartunista. Trabalha na Rio Comicon e criou para o Festival de quadrinhos a Mostra de Filmes dirigida aos quadrinhos e arte urbana.

Em 2011, fez curadoria, produção, iluminação e design da primeira exposição de originais de Will Eisner na America Latina. 

  -->
Entre os trabalhos realizados, a dupla Paulo Morais e Giovana Leandro produziu a capa recente da revista Dragonslayer e várias ilustrações para o livro de RPG "Brigada Ligeira Estelar", da Editora Jambo. 

Giovana também trabalha como assistente de arte-final em "Expresso", da Ação Magazine, desde a terceira edição. Eles terão ainda um quadrinho de 20 páginas na 4ª edição deste mesmo almanaque e um tutorial publicado num livro da 3DTotal, juntamente com outros artistas renomados, previsto para abril de 2013.
Entre os trabalhos recentes, estão ilustrações para a empresa "Move-Art"; para uma das histórias do livro "Mundos Fantásticos", light-novel publicada pelo selo "Infinitum" da editora "Oráculo".

Eles ainda fazem trabalhos freelances para games e clientes particulares.

Paulo e Giovana estão em processo criativo para publicar uma série na Dinamarca e Reino Unido. Recentemente, abriram uma empresa para publicar uma revista digital chamada "Comickers Carnival - COMICA Magazine", a qual será publicada agora em dezembro e vendida por $10 para o mundo todo (em inglês e português).
A empresa também está aberta para novos autores e para agenciamento.








Thaïs Gualberto é formada em Arte e Mídia pela Universidade Federal de Campina Grande. Mesmo tendo criado na infância personagens e histórias em quadrinhos e feito algumas tirinhas durante a adolescência, foi a partir da criação de Olga, a sexóloga taradóloga em 2009 que começou a produzir com mais afinco. Em 2010 juntou-se a outros quadrinistas paraibanos para formar o Coletivo WC, que no seu segundo aniversário lançou a revista de quadrinhos independentes Sanitário. Atualmente estão finalizando a segunda edição do zine, que será vendido no Top! Top!





Os convidados do Top! Top! - parte 2

Eis a segunda lista de convidados do Top! Top! e se não viu a primeira clique aqui
 

Cellina Rodrigues Muniz é professora adjunta do Departamento de Letras da UFRN. Fez doutorado em Educação (UFC) com tese intitulada “A experiência pedagógica de uma escritura dionisíaca”, na qual analisa as práticas de leitura e escrita de fanzines e revistas alternativas de um grupo na cidade de Fortaleza. Em 2010, organizou o livro “Fanzines: autoria, subjetividade e invenção de si”. Escreve em www.escritosdealicen.blogspot.com




John Monteiro, nasceu em João Pessoa, cidade onde reside. Aos 21 anos tomou para si o sobrenome Monteiro do pai, Iranildo Monteiro, pois foi ele a pessoa quem lhe dera aquilo que viria a ser o seu primeiro contato com as artes visuais: uma coleção de livros infantis repleto de ilustrações. Assim, ele aprendeu a ler e a desenhar quase ao mesmo tempo. Durante a adolescência lia muitos quadrinhos, dando continuidade à interação entre o desenho e o texto iniciada na infância. 
Já mais velho a sua relação com a literatura o motivou a fazer Letras, curso que está terminando na UFPB. Contudo, sem deixar de produzir suas obras. Começou a trabalhar com pintura em meados de 2005 e, desde então, vem participando de salões de arte, dos quais recebeu premiações nas categorias desenho e pintura. A sua produção também envolve ilustrações editoriais e quadrinhos. Para John Monteiro, um arista que transita em diversos meios das artes visuais, a arte é, antes de tudo, liberdade individual.

Roberto Flávio G. de Lima, ou simplesmente,  “Beto Potyguara”, nasceu em Natal/RN. Começou a desenhar com frequência a partir de 1984 e sua escola de formação foram os fanzines de papel, até ser teletransportado para o universo Online.

Professor da Rede Estadual de Ensino do RN, Bacharel e Licenciado em História pela UFRN, Quadrinista e Design Gráfico, colaborou com charges, tiras e ilustrações para os periódicos: O Illuminati (2009), O GOL (2003-2007), Jornal do Torcedor (2003), Tribuna do Norte (2000) e o site Olé Net (2000). Como cartunista, nos sites/blogs: Tiras Nacionais (2006-2007), Ronin 47 (2007-208) e Tirando Uma (2009 -2010). Publicou Hqs em duas edições da Revista Maturi e lançou duas publicações impressas em 2011: “Carcará, cabra pió num há” (em sua 2ª edição impressa) e “Os Notáveis e outras histórias” (como roteirista).

Fundou o coletivo nacional “República dos Quadrinhos” em 2009; foi responsável pela realização de duas exposições nacionais em Natal (“O que não está no gibi, está por aqui!” e “Mitos e Herois: releituras contemporâneas”); promoveu o I-Fórum de Arte Sequencial de Natal (FAN -2011) e o Prêmio Poty, criado para valorizar e resgatar a produção da nona arte no estado potiguar (2010 e 2011). Ministra palestra em Natal sobre a utilização de qudrinhos como recurso didático.



O mineiro Alfredo Albuquerque é designer gráfico, músico, compositor e escritor.

Tem dois livros editados, "Os círculos" (prêmio Xerox/Revista Livro Aberto – 2001) e "O quarto das horas".

Foi finalista por dois anos consecutivos do Prêmio SESC de Literatura, e tem contos publicados em periódicos e sites literários. Reside em João Pessoa desde 2008. 

Mais recente adentrou ao universo dos zines e criou o fanzine tr3sdoi2, o qual pretende publicar textos e quadrinhos de colaboradores.


 


 Alberto Pessoa é autor de histórias em quadrinhos, infografista e professor universitário, com foco em desenvolver profissionais para a economia criativa. Doutor em Letras pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2010), Mestre em Artes pela Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho (UNESP) (2006) e Licenciado em Educação Artística pela Faculdade de Artes Alcântara Machado (FAAM) (2003). 

Atualmente é responsável pelas disciplinas da área imagem digital/infografia da UFPB.







Paloma Diniz é graduada em Arte-Educação pela UFPB (2007). Com experiência nas Artes, com ênfase em técnicas de desenho: lápis grafite, lápis de cor, aquarela, nanquim com pena e pincel, aquarela, giz pastel seco, pastel oleoso, giz de cera, têmpera gauche, acrílico, tudo no papel. Ela é membro do Studio Made in PB, onde leciona desenho e técnicas de narrativa gráfica. Trabalha pra o mercado de quadrinhos internacional agenciada pela Space Goat Productions. É membro do Grupo Imaginário! Grupo de Pesquisa Quadrinhos, Humor e Games do Mestrado de Comunicação da UFPB, coordenado pelo professor Dr. Henrique Magalhães.




Renato de Medeiros é Professor de Filosofia e roteirista de Historias em Quadrinhos que busca utilizar da cultura e folclore brasileiros para criar uma base estética para suas historias . Possui artigos publicados em blog on line na área de Historias em quadrinhos. Também é produtor de HQs possuindo trabalhos publicados na Kótica ( revista on line).
Trabalhando atualmente em vários roteiros para vários ilustradores da mesma revista eletrônica. 

Suas atividades atuais consiste na elaboração da Graphic Novels " A Sombra dos homens" e "Uma tempestade mental". No momento, possui projetos de incentivo na produção de HQs no mercado brasileiro visando a formação de uma cultura de incentivo de hqs. Objetiva, procurar desenvolver a produção de comic's em seu estado e descobrir novos talentos para o mercado de quadrinhos no Brasil.


Top! Top! - Programação



E faça-se a luz...

 
Sábado – 01 de dezembro

10h - Abertura – Feira de quadrinhos

10:30h – Oficina com Ricardo Jaime

Anatomia e Luz e Sombra

Local: Sala Flama


15:30h – Bate Papo - Gerações com Deodato Pai e Mike Deodato

Mediação: Renato Félix (Jornalista e crítico de cinema)

Local: Sala Flama


 


17h – Sessão de Autógrafos

Local: Espaço do Autor

A arte cartum de Mike Deodato Jr – Deodato Jr

Espedito de Ricardo Jaime


18:30h - Exibição do documentário Profissão Cartunista Ziraldo e bate papo com a presença da diretora Marisa Furtado de Oliveira.

Mediação: Renato Félix(Jornalista e critíco de cinema)




Domingo - 02 de dezembro


10h – Abertura – Feira de quadrinhos


10:30h – Oficina de Roteiro - Renato Medeiros

Local: Sala Flama


14h – Lançamento duplo no stand da Comic House:

Rurouni Kenshin vol 1

Sketchbook de Joe Benett (lançamento nacional)


14h – Mesa Redonda – Mercado Internacional & Produção Independente com Henrique Magalhães, Celina Muniz, Eduardo Schloesseer(Zé Gatão), Thaïs Gualberto (Coletivo WC), Beto Potygrara (Republica dos Quadrinhos), Jack Herbert (Kirby Genesis).

Mediação: Audaci Jr (Jornalista e Quadrinista)
Local: Sala Itabira

14h – Palestra - A representação da identidade negra nas HQs brasileiras – Com Beto Potyguara (Bacharel e Licenciado em História pela UFRN, Quadrinista e Design Gráfico)
Local: Sala Flama

14h – Oficina - Criação de personagens nas histórias em quadrinhos com o Prof. Alberto Pessoa
Local: Sala Maria

14:30h – Oficina de desenho estilo mangá com Paulo Morais e Giovana Leandro
Local: Sala Fradim

15h – Exibição do documentário Marginal – Aborda a carreira e influências do quadrinista Shiko.
Local: Sala Flama
com presença do diretor Bruno Leite
Mediação: Audaci Jr

15h – Sessão de Autógrafos
Local: Espaço do Autor
Emir Ribeiro 40 anos de Velta
GG Carsan lançando o livro Tex no Brasil

16h – Exibição do documentário Rodolfo Zalla: Ao mestre com carinho
Local: Sala Flama


16h - Oficina de Arte final com a quadrinista Paloma Diniz
Local: Sala Itabira

16h – Mesa Redonda Literatura e Quadrinhos - John Monteiro (quadrinista)  Mascaro (desenhista da Ragu) e Alfredo Albuquerque(escritor e fanzineiro)
Local: Sala Fradim 
Mediação: 
André Aguiar (escritor) & Audaci Jr                                                            (jornalista e quadrinista)


16h - Como preparar seu Portfolio – com os professores Izaac Brito e Januncio Neto
Local: Sala Maria


17:00h – Sessão de Autógrafos
Local: Espaço do Autor
Mascaro lançando Ragu Cordel;
Igor Tadeu com One Hits Wonders;
Alfredo Albuquerque com o fanzine tr3sdoi2;
Eduardo Schloesseer com o álbum Zé Gatão


18:00h – Exibição do documentaŕio Malditos Cartunistas

Local: Sala Flama


19:30 - Exibição documentário Profissão Cartunista Will Eisner
com presença de Marisa Furtado de Oliveira

Local: Sala Flama

Mediação: Audaci Jr (Jornalista  eQuadrinista)



*Os interessados em participar das oficinas devem remeter um e-mail para: manasses@comichouse.com.br. No e-mail o candidato(a) deverá informar qual oficina deseja participar, nome completo, endereço e telefone.


sábado, 24 de novembro de 2012

André Diniz, O Contador de brasilidades




 Por Audaci Jr


Dono de um traço extremamente estilizado e ao mesmo tempo personalizado como uma impressão digital, o quadrinista carioca André Diniz rabiscará suas obras neste sábado, em noite de autógrafos na gibiteria Comic House, localizada no bairro de Tambaú, em João Pessoa.

'Obras' porque Diniz atualmente é o quadrinista mais prolífero do país. Em pouco mais de três anos, lançou no mercado álbuns como O Quilombo Orum Aiê, Morro da Favela, A Cachoeira de Paulo Afonso, Ato 5 e Mwindo. A qualidade – tanto gráfica quanto textual – não decai perante a quantidade produzida pelo roteirista e desenhista.

"Sou inquieto. Faço sempre mais de um projeto ao mesmo tempo", afirma o autor ao JORNAL DA PARAÍBA, que revela sofrer de uma tendinite devido ao esforço criativo. "Quando estou trabalhando em cima de uma HQ, esboço a ideia de outra, tomo notas e continuo".

Entre seus trabalhos, um dos mais recentes é O Negrinho do Pastoreio (Ygarapé), adaptação que conta com a colorização de sua esposa, Marcela Mannheimer, e nasceu de forma curiosa e às avessas do convencional. "Geralmente a gente faz as coisas que gosta, mas eu peguei a lenda porque não gostei dela", confessa. "Aos olhos de hoje acho muito preconceituoso, relativizando as coisas da época. Ele não tinha nome, era submisso e sempre apanhava e apanhava".

Assim como outros de seus protagonistas em outras releituras ou criações, o personagem principal de O Negrinho do Pastoreio despe as vestes de 'coitado' e calça personalidade e iniciativa. "Com um protagonista ativo, conduzir a história é mais interessante", reflete. "É um exercício. Indo para outro caminho, a história ganha personalidade".


'O IDIOTA' CALADO
Arte da adatação de O idiota

Tão personalizado quanto o traço estilizado do conterrâneo Flavio Colin (1930-2002), a arte de André Diniz está começando a ganhar o mundo, invadindo o Velho Continente.

O álbum Morro da Favela foi lançado em junho deste ano na França e na Inglaterra. A HQ relata a história da 1ª favela brasileira, nascida em 1897, no Rio de Janeiro, pela perspectiva do renomado fotógrafo (e morador) Maurício Hora.

De acordo com o quadrinista, essa foi uma oportunidade de realizar o sonho de conhecer a Europa e estreitar contatos com artistas e editoras.

O projeto que está tomando seu tempo atualmente é grandioso: adaptar para os quadrinhos, sem o uso do texto, O Idiota, clássico da literatura mundial de Dostoiévski (1821-1881). “Eu fiquei apaixonado, mas não é uma adaptação convencional", alerta. "O livro é muito verborrágico, mas decidi fazer o caminho oposto".

Com previsão de ter 300 páginas (das quais já fez 80), André Diniz contorna a releitura com o desafio de ser independente, não tendo a 'muleta' da obra original, e, ao mesmo tempo, não substituir o livro.
 
(Matéria publicada no Jornal da Paraíba em 24/11/2012)



Sessão de Autógrafos com André Diniz






É com muito orgulho que receberemos a visita do multipremiado quadrinista André Diniz, o qual estará na Comic House, sábado, dia 24 de novembro, às 18h30. Na ocasião o quadrinista irá autografar O Negrinho do Pastoreio (63 páginas, R$ 23,00), Chalaça (86 páginas, R$ 33,00), 7 vidas (124 páginas, R$ 27,00) e Fawcett (26 páginas, R$ 15,00)

Mas quem é André Diniz?

Diniz é roteirista e desenhista de histórias em quadrinhos e autor e ilustrador de livros infanto-juvenis.

Entre 2000 e 2005, publicou diversos trabalhos de sua autoria pela Nona Arte, sua própria editora. A partir de 2005, passou a publicar suas obras por outras editoras, como Record, LeYa, Conrad, Devir e Escala Educacional.

Entre seus trabalhos mais conhecidos, estão Fawcett, 7 Vidas, O Quilombo Orum Aiê, Morro da Favela e A Cachoeira de Paulo Afonso.

De 2000 até hoje, foi premiado 16 vezes, entre eles três troféus HQ Mix de melhor roteirista. O Quilombo Orum Aiê e O Negrinho do Pastoreio foram comprados pelo PNBE - Programa Nacional Biblioteca na Escola.

Em 2011, lançou "Morro da Favela", a biografia de Maurício Hora, fotógrafo do Morro da Providência, no Rio de Janeiro, pelas editoras Barba Negra e LeYa, qual no ano seguinte foi publicado na França e Inglaterra. No mesmo ano, lançou também “A Cachoeira de Paulo Afonso em Quadrinhos”, adaptação de sua autoria do poema de Castro Alves para os quadrinhos.

Em 2012, lançou o álbum infantil "O Negrinho do Pastoreio", com cores de Marcela Mannheimer e ilustrou a HQ "Mwindo", da roteirista Jacqueline Martins.

Desde 2012, também é professor de roteiros na Quanta Academia de Artes, em São Paulo.

Seu próximo projeto é adaptação do romance  O Idiota, clássico da literatura mundial de Dostoiévski (1821-1881).Com previsão de ter 300 páginas e já com publicação garantida na França.




terça-feira, 20 de novembro de 2012

Os convidados do Top! Top! - Parte 1




Lista de Convidados parte 1



O que seria de um evento sem convidados? Pois bem, veja só quem são os nossos:





Mike Deadoto Jr. renomado quadrinista paraibano de carreira internacional. Da ponta de seu lápis já desenhou os principais personagens da DC Comics e atualmente é contratado da Marvel Comics.

Deodato Jr. estará em companhia de Deodato sênior, às 15h no Top! Top! para um bate papo com o público. E às 17h com exclusividade autografará seu mais recente trabalho: A arte cartum de Mike Deodato Jr.








Christiano Mascaro nasceu em 1974 em Recife. Desenha desde que se entende por gente e atua profissionalmente há mais de 10 anos. 

Ilustrador freelancer colaborou para várias revistas de circulação nacional, entre elas:  Playboy, Caros Amigos, VIP, Superinteressante, Exame... Premiado em salões nacionais e internacionais, Mascaro também foi finalista do HQ Mix como melhor quadrinista nacional, mas não lembra quando. Participou da primeiro livro homenagem a Maurício de Souza(MSP 50 anos) onde adpatou o personagem Astronauta e também participou da publicação espanhola Consequancias BR que trazia o novo quadrinho brasileiro. É editor da revista de quadrinhos Ragu, uma espécie de fórum para o quadrinho autoral. No dia 02 de novembro, às 17h, autografará a belíssima edição Ragu Cordel.




Igor Tadeu


Já atuando no mercado publicitário como diretor de arte e ilustrador. Começou a fazer tiras online em 2006 no blog igortadeu.blogspot.com

Mas só em 2011 quando entra no grupo de webcomics, Coletivo WC, que  passa a ter uma produção mais assídua. 

Agora em 2012 tem história publicada na revista Sanitário e agora lança sua primeira compilação de tiras, intitulada One Hits Wonders, a qual será lançada no 02 de novembro, às 17h.






Ricardo Jaime atua na área criativa a mais de 10 anos como Ilustrador Editorial e Publicitário, Diretor de Arte e Designer Gráfico.
Destacando seu trabalho como quadrinista para o mercado dos Estados Unidos.


Entre seus últimos trabalhos desenvolvidos em histórias em quadrinhos estão FAME: Britney Spears para a editora Bluewater Comics, contando a biografia oficial da cantora, o título  Unseen Justice para a editora Tombstone Comics, além das editoras Mongoose Publishing, Dynamite Entertainment (cores), AK Comics e outros.


Atualmente agenciado pelo Rascunho Studio (www.rascunhostudio.com).
Empresa de representação de artistas para o mercado internacional de
quadrinhos.

Dia 01 de dezembro, às 17h, Jaime autografará sua principal obra autorial...Espedito



Gostaram? Pois bem, preparem-se pois ainda em muito mais!


  

Top! Top! - Convenção Paraibana de Quadrinhos




A procura por um nome não é algo fácil, principalmente quando trata-se de um evento. Em meio a uma conversa descontraída e irreverente com os jornalistas Audaci Jr, Daslei Ribeiro, Renato Felix, o designer Rodrigo Mota, o quadrinista Shiko e eu (Manassés) surgiram centenas de sugestões surreais, porém, chegou-se ao consenso de Top! Top!, o qual é uma dupla homenagem. A primeira ao mestre Henfil ao utilizar como nome a célebre onomatopeia – top! top! – popularizada pela personagem Fradim e, em seguida, ao zine do professor paraibano Henrique Magalhães (uma das autoridades da HQ de nosso país).

Com objetivo de unir forças aos demais eventos no segmento da nona arte o Top! Top! promoverá um cenário inédito para o panorama da arte sequencial em nosso estado. Durante os dias 01 e 02 de dezembro o Yázigi, da Av. Ruy Carneiro, será palco de palestras, mesas redondas, debates, oficinas para a produção de roteiro e desenvolvimento de desenhos, exibição de documentários, lançamentos de hq’s e bate papo com os autores.

Então não perca tempo e marque em sua agenda pois Top! Top! veio pra ficar.

 

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Adeus tristeza, de Belle Yang






A autobiografia em quadrinhos de Belle Yang, lançada no Brasil pela Quadrinhos na Cia. no segundo semestre de 2012 é uma forma comovente de conhecer a cultura chinesa pela ótica familiar.

Em 248 páginas, a autora destrincha, com muita sensibilidade, a história de sua família desde a época da invasão japonesa à Manchúria, a Segunda Guerra Mundial e as transformações culturais pelas quais a China passou na época de Mao.
Belle é uma garota filha de pais chineses, nascida em Taiwan, mas que mora nos Estados Unidos desde criança. Ela tem um namorado que é violento e a persegue, quando seu pai resolve mandá-la para a China, afim de que ela fique fora de perigo e possa então se reencontrar. Lá ela tem aulas de caligrafia chinesa e entra em contato com o que, até então, era só parte de seu imaginário: suas verdadeiras origens.

Belle então viaja pela China, estuda artes, até que resolve voltar para os Estados Unidos, mas seu ex-namorado continua a perseguí-la, fazendo com que ela não possa sair de casa, nem ter amigos.
Enquanto os amigos de Belle seguem com suas vidas, ela, já com 30 anos, não consegue fazer a sua acontecer. Sente medo do ex-namorado e como é obrigada a ficar dentro de casa resolve então que irá escrever um livro sobre sua família. Seu pai é seu confidente e conta tudo sobre seus ancestrais.

Dessa longa conversa nascem traços importantes sobre a cultura chinesa, como a religião, as guerras, a fome e a censura; mas mais do que isso, nasce também uma visão muito particular de como as pessoas lidaram com tudo isso. É uma imersão na cultura contada por quem estava lá e viveu tudo.
Além de toda a tradição chinesa, o livro também deixa escapar sua parte ocidental, já que Belle foi criada nos Estados Unidos e tem um certo conflito com seus pais, no que diz respeito ao modo de vida ocidental que ela aprendeu a gostar e o modo de vida que seus pais levavam na China, com menos liberdade.

Como autora, Belle tem o cuidado de utilizar a caligrafia chinesa em algumas partes do livro e foge do convencional estilo de desenho oriental para criar cenas e personagens. Outro ponto importante é a maneira que ela utiliza ao chamar e “classificar” algumas pessoas no livro. Por exemplo, os irmãos de seu avô não são chamados pelo nome e sim pela ordem de nascimento, como Segundo irmão, Terceiro irmão, Irmão mais velho e assim por diante, como é feito na cultura chinesa. Isso a princípio pode parecer um pouco difícil de entender, principalmente para quem não conhece essa cultura milenar, mas essa impressão é só no início, e quem se aventurar a ler o livro até o final terá garantida uma belíssima história.

Belle Yang é formada em Biologia, mas também estudou Artes Plásticas na China e nos Estados Unidos. Hoje tem 47 anos e já lançou livros infantis antes de lançar sua primeira graphic-novel.

Adeus Tristeza
Autora: Belle Yang(roteiro e arte)
248 páginas - Formato: 19,5x27cm
Capa Cartonada 
R$ 38,50


Quer adquirir a sua? Entre em contato!

Telefone: (83) 3227.0656
Av. Nego, 255, Tambaú (João Pessoa-PB)


sábado, 17 de novembro de 2012

Astronauta - Magnetar, por Danilo Beyruth






A obra é o primeiro lançamento do selo Graphic MSP. Os próximos serão: A Turma da Mônica por Vitor e Lu Cafaggi; seguido por Piteco desenhado Shiko e, finalizando, Chico Bento pelas mãos de Gustavo Duarte. A proposta é publicar histórias em quadrinhos criadas por artistas diversos retratando os personagens de Mauricio de Sousa em versões próprias e com conteúdo destinado ao público adulto.

Na história criada por Danilo Beyruth (Necronauta e Bando de Dois) e com cores de Cris Peter, o Astronauta, personagem que singra o espaço sideral em uma jornada solitária em sua nave há anos, visita uma galáxia distante para estudar um Magnetar, que é uma estrela que encontra-se em fim de vida e que antecede a um buraco negro. Mas ele comete um erro que pode custar sua própria existência.


Agora, com a nave danificada e sem comunicação, ele está "náufrago no espaço" e precisa encontrar uma forma de escapar antes de ser derrotado pela insanidade que insiste em tomar sua mente. E a saída pode estar em aliar a tecnologia aos ensinamentos de seu velho avô(personagem inédito e criado por Beyruth), há tanto tempo falecido.

Grande admirador do gênero da ficção científica, Beyruth empenhou-se em realizar uma história de primeira, inclusive fez pesquisas e consultou um astrofísico para que a obra tenha embasamento científico para abordar o Magnetar. Outro ponto importante da obra são as referências ao cinema sci-fi que enriquecem ainda mais a trama e os personagens do universo do Maurício de Sousa que fazem suas 'aparições' especiais.





Astronauta - Magnetar
Autor: Danilo Beyruth(roteiro e arte) e Cris Peter(cores)
80 páginas - Formato 19x26cm
Preço: R$ 19,90 (Capa Cartonada) - R$ 29,90(Capa Dura)




Quer adquirir a sua? Entre em contato!

Telefone: (83) 3227.0656
Av. Nego, 255, Tambaú (João Pessoa-PB)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...