quarta-feira, 20 de abril de 2011

Criaturas da Noite, de Neil Gaiman e Michael Zulli

O álbum Criaturas da Noite apresenta duas histórias fantásticas - tanto pela qualidade quando pelo tipo de conteúdo que apresenta: a fantasia, a magia, o mistério e as surpresas. Ambas são adaptações de contos de Neil Gaiman publicados previamente no livro Fumaças e Espelho, que conta com 31 contos e poesias do autor. As imagens ficaram por conta de Michael Zulli. O pintor e desenhista trabalhou com Neil Gaiman anteriormente em Sandman e em Bruxaria com James Robinson (autor de Starman e da premiada A Era de Ouro).

Na primeira história de Criaturas da Noite, O Preço, encontramos uma casa no campo que abriga um escritor, sua família e diversos gatos. Dentre eles, um enigmático gato preto, que conquistou a admiração do escritor e da esposa. A mulher chega a dizer que o gato tem jeito de humano. No entanto, ele é encontrado ferido em diversas manhãs. Os donos não suspeitam do que teria causado danos tão sérios ao bichano, muito menos que a vida pacata no campo não é tão segura quanto aparenta. As cores de O Preço já são impressionantes e esse efeito se amplifica em A Filha das Corujas, segunda história do álbum.



A Filha das Corujas apresenta um formato mais poético do que a história anterior e narra um conto antigo, que, de início, lembra um conto de fadas - que são bonitos hoje, pós-Disney, mas já foram aterradores - ou uma história da inquisição. Uma recém-nascida é abandonada na porta de uma igreja. Vista como uma maldição, cresce isolada do mundo, até que a notícia de sua beleza descomunal se espalha pela cidade, atraindo a atenção dos homens. A curiosidade os levará a uma terrível jornada.



Criaturas da Noite, de Neil Gaiman e Michael Zulli

Título original: Creatures of the Night

Publicado pela Pixel Media/Dark Horse em 2006
Capa dura, 16,5 x 24 cm
128 páginas coloridas
R$ 24,90

Quer adquirir a sua? Entre em contato!
Telefone: (83) 3227.0656
Twitter: @Comic_House
Av. Nego, 200, Tambaú (João Pessoa-PB)

Comic House quadrinhos que não estão no gibi

1 comentários:

O interessante de Neil Gaiman é que ele não usou o gato como uma figura maligna, como o animal normalmente é retratado, principalmente gatos pretos.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...