terça-feira, 17 de agosto de 2010

Bordados, da Marjane Satrapi


Há quem diga que Bordados deveria ter sido apenas mais um capítulo de Persépolis. Não concordo. Após ler a HQ, vi que tem um tom bem diferente do outro livro. Ambos tem um papel de denúncia, de certo modo, mas a respeito de coisas bem diferentes.

Para as iranianas, uma tarde de bordados equivaleria a uma de tricô cá em terras tupiniquins: a famosa reunião de mulheres para compartilhar enriquecedores conhecimentos sobre a vida alheia (ou seja, fofocar), utilizando a desculpa de tomar um chá, um café ou comer um bolo. No Irã, elas tomam um tipo específico de chá e, numa reunião de mulheres da família e amigas íntimas, contam histórias e discutem as mais diversas situações.

O papo varia de casamentos arranjados, casar "com o coração ou com a cabeça", honra da família, divórcio... E, aparentemente, há sempre uma obrigatoriedade: que a mulher se case virgem. Tanto que bordado não é apenas a agradável conversa entre senhoras, das mais diversas idades. É também como elas chamam a cirurgia de reconstituição do hímen.

O livro é bem humorado, dispensa o requadro, o que parece tornar a leitura mais livre, dando a entender que a conversa entre as mulheres também é bastante livre. Marjane já é adulta no decorrer dessa história, mas ainda não é casada. Não ataca tão abertamente as mudanças feitas pela revolução islâmica, mas a cultura machista presente no país.

Ainda que seja uma sociedade dominada pelos homens, querendo ou não, quem coordena o lar é a mulher. Isso fica evidente na fantástica frase final, proferida pelo vovô Satrapi, que rompe fronteiras e se encaixa em praticamente todas as sociedades, com as devidas ressalvas para as características particulares de cada relacionamento.

Bordados, da Marjane Satrapi
Lançado no Brasil em 2010 pela editora Cia das Letras, na Quadrinhos na Cia.
Brochura.
136 páginas.
Formato: 14 x 19 cm
R$ 35,00

Quer adquirir a sua? Entre em contato!
Telefone: (83) 3227.0656
Email: comichousevendas@gmail.com

Endereço: Avenida Nego, 200, Tambaú (João Pessoa-PB)
Twitter: @Comic_House   

1 comentários:

Adorei esse post! Tenho o DVD do filme Persépolis (mesma história do livro) que já comprei faz um tempo, e o o livro mesmo do Bordados, que comprei há poucos dias e adorei. Fiz um post a respeito ► http://jacifoiodiscovoador.blogspot.com/2011/11/hoje-eu-li-bordados-de-marjane-satrapi.html

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...