terça-feira, 24 de agosto de 2010

100 Balas: Laços de Sangue

de Brian Azzarello e Eduardo Risso



Imagine que a sua vida foi destruída indevidamente... Você foi preso, acusado de pedofilia, sua filha desapareceu ou algo do gênero. Até agora, o que aconteceu foi um mero acaso, coincidência, lugar errado na hora errada, quando aparece alguém que você nunca viu na vida, com uma maleta contendo uma foto do culpado por sua vida estar como está, todas as provas de que aquela pessoa "armou" para você, uma pistola e cem balas não rastreáveis. Sua chance de vingança. O portador da arma está acima da lei.

Está é a história dos personagens de 100 Balas. Grande parte deles pagou por crimes que não cometeram, ou vivem em constante tristeza e ignorância sobre o paradeiro de entes queridos. São criaturas que simplesmente sobrevivem a cada dia. Surge então o misterioso Agente Graves com a tal maleta, apontando os caminhos para a vingança e garantindo a total segurança daqueles que recebem o presente, sem pedir nada em troca.


Até aqui, o Agente Graves e seu, digamos, parceiro, Sr. Sheppard, já ajudaram diversos personagens, entre mães, jogadores inveterados e um mero sorveteiro. As histórias se entrelaçam e ficamos sabendo que os dois enigmáticos homens fazem parte de uma organização conhecida como Minutemen e que há outra, maior, que quer destrui-los.

No terceiro volume da série, Laços de Sangue, conhecemos Loop Hughes, um adolescente negro da periferia, amargurado por nunca ter conhecido o pai. Graves lhe dá a chance de se "vingar" daquele que, à distância, causou tanto sofrimento. Mas Loop não consegue apagar Curtis e acaba se aliando à ele no trabalho para um agiota. Desenrola-se, então, uma trama mais complicada envolvendo o submundo, os Minutemen e a polícia.

E, afinal de contas, quem são esses Minutemen? O que querem com as pessoas que recebem as maletas? Por quê estão sendo perseguidos e, finalmente, o que é o Agente Graves?

A arte de 100 Balas é impressionante. As cores são vivas e há o intenso uso de preto. Os planos utilizados em alguns quadrinhos também não são nada convencionais, o que promove, juntamente à narrativa de Azzarello, maior sensação de suspense no leitor. A série ganhou, merecidamente, o Prêmio Eisner de Melhor Arco de História.

100 Balas: Laços de Sangue, de Brian Azzarello e Eduardo Risso
Publicado em 2010 pela editora Panini Comics/Vertigo
Brochura.
132 páginas.
Formato: 17 x 26 cm
R$ 16,90

Quer adquirir a sua? Entre em contato!
Telefone: (83) 3227.0656
Email: comichousevendas@gmail.com

Endereço: Avenida Nego, 200, Tambaú (João Pessoa-PB)
Twitter: @Comic_House   

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...